Home
Guia na Internet
Diretoria
Histórico
Convenções
Termo Aditivo
Associados
Estatuto
Categoria Econômica
Parcerias
Eventos
Tabela Sindical
Câmara de Conciliação
Serviços
Links
Licitações SENAC
Anúncio Vagas
Cursos
Guerreiro do Comércio
Advertisement
Fecomércio PR

 

 Image
 Image
 Image
 Image

 

 

 

 
Notícias FecomercioPR
  • Os paranaenses estão um pouco menos endividados em outubro 24:03 - 29.10.2014

    Os paranaenses estão um pouco menos endividados em outubro. Segundo a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), elaborada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR), 87,5% das famílias do estado possuem algum tipo de dívida. Em setembro, esse percentual era de 88,4%, o que representa uma redução de 0,9. Já em relação a outubro de 2013, quando o patamar de endividados era de 86,1%, houve aumento de 1,4 pontos percentuais.

    Os indicadores paranaenses seguem a tendência nacional, que também apresentou queda. O percentual de famílias brasileiras que relataram ter dívidas alcançou 60,2% em outubro, uma queda de 2,9 em relação aos 63,1% observados em setembro, como também um recuo em relação aos 62,1% de outubro de 2013. No entanto, o Paraná continua sendo o estado com o maior índice de endividamento.

    Os consumidores que estão com contas em atraso representam 23% em outubro, ante 23,6% em setembro e 24,4% em outubro do ano passado. No universo dos endividados, 54% possuem débitos atrasados há mais de 90 dias, o que é caracterizado como inadimplência. O percentual está acima do registrado em setembro, que era de 45,9%, e abaixo de outubro de 2013, quando chegou a 57,5%. Nas famílias com renda de até dez salários mínimos, o índice de endividados com contas em atraso acima de 90 dias é de 55,7%. E nas classes com renda superior a dez salários mínimos, 45,8% estão com dívidas atrasadas há mais de três meses. O tempo médio de comprometimento com dívidas ficou em 7,2 meses em outubro.

    A pesquisa também revela que 10,1% dos consumidores não terão condições de quitar suas dívidas em outubro. No mês passado, o indicador foi de 8,6% e em outubro de 2013 era 11,8%.

    De maneira geral, 24,5% das famílias se consideram muito endividadas. Nesse grupo, os que se enxergam como mais ou menos endividados são 44,4%; os pouco endividados somam 18,6% e há os que não possuem dívidas desse tipo, que correspondem a 12,5%.

    O cartão de crédito continua como o principal motivo das dívidas dos paranaenses, com 66%, seguido pelo financiamento de veículos com 9,1%, pelo financiamento imobiliário, com 10,4%, e pelos carnês, com 7,3%.

    A parcela da renda comprometida com dívidas é de 30,9%. A maioria dos endividados, 71,9%, compromete de 11% a 50% de seus rendimentos com as contas mensais; 12,7% reservam até 10% do orçamento e apenas 15,2% comprometem mais de 50% da renda com dívidas.

    Clique aqui e confira a pesquisa completa.

     

    Assessoria de Imprensa:

    Karla Santin – karla@pr.senac.br
    Fone: (41) 3304-2072

     

  • ICF ? Intenção de Consumo das Famílias ? OUTUBRO/2014 24:46 - 24.10.2014

    Intenção de Consumo das Famílias ? OUTUBRO/2014

    Download»